top of page
Buscar

O QUE LEVA A QUEDA DA SOBRANCELHA

A partir da crista temporal, a fossa temporal é delimitada pela divisão do septo temporal em compartimento de gordura temporal superior e inferior. O compartimento inferior está próximo ao ROOF (retro-orbicularis oculi fat), e esse último oferece volume e sustentação ao supercilio (sobrancelha). Assim se há perda e/ou frouxidão da região da fossa temporal e do roof, ocorrerá queda do supercílio. Esses fatores somados a perda óssea, determina também a redução do suporte dos tecidos aos redor dos olhos, incluindo gordura e músculos. Dessa forma começa o desenvolvimento de dermatocalase, queda de supercílios, exposição de bolsões de gorduras por frouxidão ligamentar e ptose palpebral.



Dra Viviane Barros

CRM 212257 | RQE 90351


Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular

Fellowship Plástica Ocular - UNESP

Oftalmologia - HEVV e Medicina - UFES



97 visualizações0 comentário

Bình luận


bottom of page